News

2º Fórum de Partilha de Experiências e Divulgação de Boas Práticas

Imagem forum

Dando sequência ao 1º Fórum de Partilha de Experiências e Divulgação de Boas Práticas, realizado em 2013, a AQUASIS organizou, em 15 de maio de 2014, no Grande Auditório do LNEC, o 2º Fórum, subordinado ao tema “Eficiência e Qualidade dos Serviços – Como Acrescentar Valor com os Sistemas de Informação ".

O fórum reuniu um conjunto de comunicações apresentadas por Entidades Gestoras que focaram problemas concretos com que se confrontam e a forma como utilizam os sistemas de informação para a sua resolução. A Aquapor|Luságua fez-se representar por duas das empresas do Grupo, Águas da Figueira e Águas do Sado.

A Águas da Figueira com uma apresentação subordinada ao tema “A Mobilidade Como Factor de Eficiência na Gestão Operacional das Redes” apresentou o processo de implementação da ferramenta AQUAFIELD.

               

Tendo um SIG evoluído em termos de cadastro e integração com a comercial, a opção pelo AQUAFIELD surge da necessidade, de dispor de uma ferramenta de apoio a gestão operacional vocacionada para o registo, planeamento e gestão das ordens de trabalho, executadas no âmbito da manutenção e operação das redes de abastecimento de água e saneamento de águas residuais.

Foram também apresentadas as vantagens da implementação da ferramenta, como sendo:

  • Permitir registar, planear e gerir ordens de trabalho utilizando a georeferenciação;
  • Melhorar a qualidade de serviço prestado:
    • Redução dos tempos de operação;
    • Redução nas perdas de água;
    • Redução no impacto causado aos clientes.
  • Diminuição dos custos operacionais (custos energéticos, mão de obra)
  • Atualização do cadastro mais rápida e mais fiável;
  • Maior envolvimento das Equipas Operacionais.

 

A Águas do Sado participou com uma apresentação subordinada ao tema “O Sistema de Informação Geográfica como suporte à Gestão Integrada dos Sistemas” onde se focou a interligação dos diversos sistemas e departamentos necessários à melhoria da eficiência na gestão dos sistemas de abastecimento de água e drenagem de águas residuais.

Estas interligações são primordiais para a partilha de informação e a procura da resposta às necessidades das diferentes áreas, trata-se de um processo basilar para a gestão integrada dos sistemas.