News

VISAQUA, PARA UM DESENVOLVIMENTO COM QUALIDADE

Log%c3%b3tipo visaqua

"Construir parcerias sólidas para a implementação de soluções de abastecimento de água, saneamento e resíduos sólidos com sustentabilidade económica, financeira, social e ambiental com foco na qualidade de serviço ao cliente em prol do desenvolvimento da região da SADC”. esta é a missão da Visaqua, uma empresa moçambicana constituída em agosto de 2011.

 

A ESTRUTURA ACIONISTA da VISAQUA agrega a experiência e know-how da AQUAPOR Serviços S.A., empresa privada líder de mercado nos segmentos das concessões municipais de abastecimento de água e saneamento de águas residuais e prestação de serviços de gestão, operação e manutenção de ETAR em Portugal, assim como o conhecimento e experiência de mercado dos parceiros moçambicanos, INTELEC Holdings e VISABEIRA Moçambique.

A VISAQUA possui desde 2012 sólida atividade na gestão de serviços urbanos em Moçambique, sendo atualmente responsável pela gestão do sistema de recolha de Resíduos Urbanos da Cidade da Matola, servindo 21 bairros e uma população de 390.883 habitantes, assim como, opera também com clientes privados no município de Maputo, sendo detentora de licença para exercer a atividade de gestão de resíduos sólidos urbanos pelo Conselho Municipal de Maputo desde Janeiro de 2012, contando atualmente com mais de 40 clientes privados. Possui também referências próprias no desenvolvimento de contratos de prestação de serviços de consultoria especializada na indústria da água em Moçambique, estando atualmente a desenvolver um Plano de Apoio ao Saneamento Urbano na Perspetiva de Redução de Emissões e Adaptação às Alterações Climáticas (PLASU-AC) para a Administração de Infraestruturas de Água e Saneamento (AIAS).

A VISAQUA é ainda certificada como operador de transporte de resíduos sólidos perigosos pelo Ministério para a Coordenação Ambiental (MICOA) e possui, desde 2014, a Certificação Integrada em Qualidade, Ambiente e Segurança, ISO 9001, ISO 14001 e ISO 18001.

Publi Reportagem - Expresso